Alimentação á favor da estética: a nova tendência da nutrição!

Publicou: Marcia Parente às 01:00
O copo de leite que a gente toma de manhãzinha, acompanhado de fatias de pão integral com um queijo magro ou de goles de um suco de fruta, não garante apenas um início de jornada bem nutrido. Eles podem deixar sua pele macia, suas unhas e cabelos mais firmes e, acredite, ainda ajudam a combater rugas. Parece bom demais para se verdade? Pois saiba que isso já existe: bem-vindo à era dos alimentos enriquecidos com finalidades puramente estéticas. Essa tendência começou na Europa e nos Estados Unidos e já desembarcou no Brasil

“Atualmente existem no mercado vários produtos com colágeno, a proteína que dá sustentação às células”, exemplifica Jocelem Mastrodi Salgado, presidente da Sociedade Brasileira de Alimentos Funcionais. “Sua deficiência provoca, entre outras coisas, a diminuição da elasticidade da pele e o aparecimento dos vincos”, explica Jocelem. “Por sorte, estudos mostram que o consumo diário dessa substância não tem contraindicação e estimula a sua produção no nosso organismo.”

Os antioxidantes também estão sendo adicionados às receitas de muitos alimentos industrializados. “Eles auxiliam no combate aos radicais livres, que provocam o envelhecimento celular”, justifica a dermatologista Ana Cristina Fasanella, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

“A nutrição está diretamente relacionada com a estética”, afirma a dermatologista Marcella Delcourt, da Santa Casa de São Paulo. “Os trabalhos mais recententes reforçam esse elo”, acrescenta o dermatologista Adilson Costa, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, no interior de São Paulo. “E, quanto mais variada a dieta, melhor. Sua pele agradece”, afirma ainda a nutróloga carioca Tamara Mazaracki, que é especialista em medicina antienvelhecimento. Mas, é claro, na hora de variar, alterne principalmente aqueles alimentos que, nesse sentido, são uma beleza. Veja, a seguir, quais são.

Salmão
Esse peixe rosado é o melhor amigo da nossa pele — palavra do dermatologista Nicholas Perricone, o médico das estrelas do showbiz americano. Explica-se: esse pescado é rico em uma substância de nome extenso, o dimetilaminoetano, que é mais conhecido como DMAE. Ela, que ficou famosa na formulação de cremes, também promete promover à mesa o efeito Cinderela, aquele que deixa a cútis mais esticada. Para esse passe de mágica ser notado diante do espelho, a receita do doutor Perricone é comer muitos, mas muitos filés de salmão dois ou três dias antes de um evento especial — aquele em que você precisa parecer o máximo.

Exageros à parte, de fato os peixes de água gelada — como a sardinha, a truta, a anchova, o arenque e, claro, o próprio salmão — devem sempre estar no cardápio. “Eles são ricos em ácidos graxos ômega-3, 6 e 9. Essas gorduras auxiliam na manutenção da barreira epidérmica, que protege o tecido, melhorando sua textura e hidratação”, explica Adilson Costa. “E têm ação antiinflamatória”, acrescenta Ana Cristina Fasanella. A linhaça, o gergelim, o azeite, as oleaginosas e os ovos também contam com pequenas porções desses ômegas. “Os ovos, assim como o leite e seus derivados, oferecem ainda vitamina D, que previne o envelhecimento precoce ao deixar a pele mais resistente”, complementa Tamara Mazarack.

Castanha-do-pará, cogumelos, grãos integrais, frutos do mar, gérmen de trigo, leite e uva
Esse grupo reúne fontes de minerais que não devem ficar de fora da alimentação de qualquer indivíduo com um pendor mais narcisista. A castanha-do-pará, assim como os frutos do mar e o trigo integral, tem selênio, por exemplo. “Ele combate os radicais livres”, justifica Jocelem Mastrodi Salgado. O cálcio, do leite e seus derivados, folhas de tom verde-escuro e sardinha, e o magnésio, dos grãos integrais e das oleaginosas, são essenciais para o bom funcionamento das células da pele. Já o zinco, das sementes e do gérmen de trigo, tem ação anti-inflamatória e cicatrizante. “Todos eles, mais o cromo, presente nas uvas e na aveia integral, e o silício, dos cogumelos e pimentões vermelho e amarelo, ajudam a combater a flacidez e os sinais da idade. Inclusive porque estão envolvidos na produção de colágeno”, conta Tamara Mazaracki.

Tomate, frutas cítricas, pepino e cenoura
Esses são alguns exemplos de alimentos vitaminados. As frutas cítricas carregam doses de vitamina C que combatem — adivinhe! — os radicais livres. Em matéria de pele, você precisa valorizar também as fontes de vitamina E, caso da manga, da couve, da ervilha e do arroz integral. E, claro, também coloque no prato os que estocam a vitamina A, como a cenoura, a abóbora, a papaia e o pêssego. “O tomate, em matéria de beleza, merece destaque. Sua ação é ainda mais forte graças ao licopeno, que tem um potencial imenso contra o envelhecimento”, conta Jocelem. “Na forma de molho, quando o fruto é cozido, o aproveitamento dessa substância pelo organismo é ainda maior”, ensina Jocelem, que dá ainda a dica: “Faça um rodízio de frutas durante a semana. Isso vai garantir o aporte de vitaminas, minerais e fitoquímicos necessários para a manutenção da sua saúde e beleza”.

Carne, frango, ovos e laticínios
Proteína é algo que esses alimentos têm de sobra. E, para a pele, vale dizer: a melhor proteína é mesmo a do tipo animal, mais bem aproveitada do que a de origem vegetal, encontrada em leguminosas e cereais. Esse tipo previne a perda muscular e, de quebra, a flacidez da pele. “A lisina e a prolina, dois aminoácidos encontrados nos animais, são a matériaprima para a fabricação do colágeno e da elastina”, diz Tamara Mazaracki.

Aveia, farelo de trigo, frutas e hortaliças
Ricos em fibras, eles colocam o intestino para funcionar. E a pele, fique sabendo, também reflete os desajustes que ocorrem ali. “Quando a passagem do bolo fecal pelo órgão é mais lenta, a eliminação de toxinas fica comprometida, o que prejudica a elasticidade e o viço do tecido”, conta Tamara Mazaracki. Alimentos ricos em bactérias conhecidas como lactobacilos — caso do iogurte e do leite fermentado — também são uma boa pedida, dando uma força ao trabalho intestinal. Os outros integrantes — leia-se espinafre, repolho, couve-flor e cereais —, além de oferecerem as tais fibras, são fontes de vitamina K, que fortalece os pequenos vasos, fundamentais na nutrição cutânea.

Água, muita água
De nada adianta ingerir fibras se você não tomar bastante líquido. Aliás, o efeito é o oposto: as fezes ficam ressecadas, dificultando a sua eliminação. A água também é essencial para manter a pele hidratada, macia, flexível, enfim, mais bonita. Outros tipos de bebida, como a água de coco, os chás e os sucos, também merecem um bom espaço no seu dia a dia.

Iogurte, folhas de tom verde-escuro, batata e milho
Todos esses alimentos têm em comum as vitaminas do complexo B. Os ovos, as carnes vermelhas, os peixes, as aves, o leite, a beterraba, as oleaginosas e o arroz integral também merecem destaque nesse quesito. Segundo Tamara Mazaracki, elas auxiliam no processamento de gorduras, carboidratos e proteínas, melhorando a ação dos nutrientes da pele. “A B2, em especial, ajuda a controlar a oleosidade e a B6 regula o metabolismo hormonal, que tem influência sobre a saúde do tecido”, conta Tama
Castanha-do-pará, cogumelos, grãos integrais, frutos do mar, gérmen de trigo, leite e uva
Esse grupo reúne fontes de minerais que não devem ficar de fora da alimentação de qualquer indivíduo com um pendor mais narcisista. A castanha-do-pará, assim como os frutos do mar e o trigo integral, tem selênio, por exemplo. “Ele combate os radicais livres”, justifica Jocelem Mastrodi Salgado. O cálcio, do leite e seus derivados, folhas de tom verde-escuro e sardinha, e o magnésio, dos grãos integrais e das oleaginosas, são essenciais para o bom funcionamento das células da pele. Já o zinco, das sementes e do gérmen de trigo, tem ação anti-inflamatória e cicatrizante. “Todos eles, mais o cromo, presente nas uvas e na aveia integral, e o silício, dos cogumelos e pimentões vermelho e amarelo, ajudam a combater a flacidez e os sinais da idade. Inclusive porque estão envolvidos na produção de colágeno”, conta Tamara Mazaracki.

Fonte: Revista Saúde

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita! Seu comentário é muito importante.

 

Saudável e Bela Copyright © 2012 Design by Cecilia Parente inspirado em Vinte e poucos