Chá verde e emagrecimento

Publicou: Marcia Parente às 01:00
Turbine seu chá verde com alguns truques e potencialise seu efeito.
Quem ensina é a nutróloga Valéria Goulart, membro da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran). Segundo a especialista, a primeira regra é prepará-lo somente na hora de beber. "Não guardá-lo na jarra para consumir mais tarde, também é imprescindível. Dessa forma, preservam-se suas substâncias desintoxicantes, que aceleram o metabolismo, desincham e queimam gordura", explica a especialista que lista, abaixo, mais dicas valiosas:Coloque a água para ferver e, assim que as primeiras bolhas de ar surgirem, desligue o fogo. Adicione 2 col. (sopa) do chá em 1 litro de água. Tampe por 2 ou 3 minutos, coe e sirva. Depois de pronto, se quiser incrementar o paladar (e deixá-lo menos amargo), misture-o com erva-doce, cidreira ou hortelã. Você ainda pode adicionar um pedaço de casca de abacaxi ou manga. Ele também fica saboroso com três gotas de limão.


Vale saber...

Num estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition, os pesquisadores observaram dois grupos de obesos seguindo uma dieta com poucas calorias. O primeiro - que bebeu de 6 a 8 xícaras de chá-verde por dia queimou 4% a mais de gordura que o segundo que não o consumiu. E mais: diversos trabalhos americanos e europeus demonstram que a bebida serve para prevenir as rugas devido às altas quantidades de antioxidantes na sua composição.

Dê uma forcinha ao chá e emagreça com saúde!


1. Corte 50% do doce

A maioria de nós não resiste aos encantos açucarados e se rende principalmente ao chocolate quase todos os dias — e em doses exageradas. Ops, hora de mudar. “Quem quer conquistar um corpo cheio de curvas tem de reduzir a cota de guloseimas pelo menos pela metade”, diz o endocrinologista Alfredo Halpern. Se o açúcar representa o paraíso na terra cada vez que passa pela nossa boca, o doce também é cruel e impiedoso com a nossa silhueta. Então, por que permitir 50%? “Estudos comprovam que, quando se restringe demais o cardápio, cortando radicalmente os ingredientes mais amados, o risco de um ataque à geladeira aumenta potencialmente”, diz a nutricionista Ana Herb. Para as formiguinhas de plantão, há duas maneiras de manter o projeto musa. Se a necessidade de degustar um docinho for diária, tudo bem. Mas a dose terá de ser pequenina. Vale comer todo dia, por exemplo, um bombom Alpino ou Sonho de Valsa, uma banana passa com chocolate, dois cookies de chocolate, dois biscoitos recheados, dois brigadeiros pequenos (tamanho de festa), uma minibarrinha (15 gramas) de chocolate, daquelas que vêm em caixa com miniaturas da Lacta ou da Nestlé, ou dois Bis. Outra opção, mais recomendada: o regalo fica liberado só uma vez por semana e, nesse caso, a dose aumenta: uma taça com duas bolas de sorvete diet com cobertura diet, uma fatia de bolo ou de torta de frutas, um quadrado de brownie, uma fatia de pudim de leite, uma taça de musse ou uma barra de 50 gramas (tipo Suflair) de chocolate. Mas atenção: não misture dois doces em um só, como a tradicional dupla torta ou bolo com sorvete. E procure optar por doces que levem fruta, como musse de maracujá, torta de maçã, bolo de laranja, em vez daqueles que são chocolate puro. Assim, você reduz o teor de gordura da sobremesa e minimiza as calorias. E por último: quando for impossível resistir ao doce que mais ama, divida com uma amiga. Assim, as duas saboreiam a delícia sem sair da linha.

2. Diga sim ao carboidrato camarada

Descarte de uma vez por todas aquela velha estratégia de cortar pão, massa e arroz para tentar um emagrecimento a jato. Várias pesquisas já provaram que reduzir drasticamente a cota de carboidrato do menu pode provocar queda no rendimento intelectual, cansaço e até mesmo depressão. “E quem adota regimes radicais está fadado a engordar tudo de novo”, diz o endocrinologista Walmir Coutinho. Mas como mantê-los no cardápio e perder peso? Você precisa saber escolher o carboidrato do bem. O refinado (presente no pão branco, nos biscoitos e no arroz branco) e o simples (como açúcar e mel) são campeões em aumentar sua fome. Ao serem ingeridos, o organismo libera rapidamente altas doses de insulina para manter o índice de glicose no sangue sob controle. E esse processo manda o apetite para as alturas. Além disso, alimentos como esses — que liberam altos índices de açúcar no sangue — são um dos principais responsáveis pelo diabetes tipo 2, que pode ser evitado adotando hábitos alimentares saudáveis. “Para despistar a fome, nutrir seu organismo e se deliciar com as refeições, adote os integrais”, diz Cleide Guimarães, do Vigilantes. Troque o arroz branco pelo integral, adote pão integral, de centeio, aveia ou de fibras e deixe de lado o pão francês ou o pão de fôrma tradicional. Opte por cereal matinal integral tipo Nesfit ou All Bran ou até mesmo aveia no lugar do tradicional Sucrilhos — altamente refinado e rico em açúcar. Se a pedida for macarrão, você encontra a versão integral em vários supermercados e lojas de produtos naturais. Quando quiser se deliciar com uma torta ou uma pizza e não tiver a chance de escolher as integrais, escolha um recheio de verdura ou legume, como brócolis, escarola e rúcula. Combinados com os carboidratos, eles ajudam a domar a sua fome.

Atenção: Procure um médico e ou nutricionista para adequar a quantidade de chá e o tipo de dieta ao seu organismo e estilo de vida.

Fonte: Revista Boa Forma

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita! Seu comentário é muito importante.

 

Saudável e Bela Copyright © 2012 Design by Cecilia Parente inspirado em Vinte e poucos