Emagreça de uma vez!

Publicou: Marcia Parente às 01:00
Emagreça de forma saudável com essas super dicas.

1 Não consegue viver sem o pão francês? A dica é moderar no consumo, e extrair o miolo. Com essa medida simples, você elimina 40 calorias.

2 E, já que estamos falando em pão, aí vai outro truque. Experimente substituir a manteiga por algumas gotas de azeite de oliva. "Ele proporciona sensação de saciedade", garante Vanessa Leite, nutricionista (RS ).

3 Invista nas amêndoas! Um estudo do City of Hope National Medical Center, na Califórnia, revelou que oito unidades por dia aceleram o metabolismo e a perda de peso. Mas nada de extrapolar...

4 Sirva-se em um local, e coma em outro. "Mantendo-se afastada da mesa, você evita repetir a refeição por impulso", afirma Wanessa Santos, nutricionista da consultoria Sprim Brasil (SP ).

5 Teste seu paladar. "Uma das piores práticas de alimentação é mascarar o verdadeiro sabor dos alimentos, adicionando, por exemplo, açúcar ao suco natural, ou exagerando no molho da salada. Além de aumentar o valor calórico, a gente perde a noção do que está comendo", explica Rejane Sbrissa, psicóloga cognitiva (SP ).

6 Agora que a temperatura começa a subir, abuse dos picolés de fruta, que são saudáveis, gostosos e pouco calóricos. Os sorvetes de massa exigem mais cautela: podem ter o dobro de calorias.

7 Experimente refogar os alimentos com água, em vez de óleo. Parece bobagem, mas essa substituição pode eliminar até 100 calorias da sua receita.

8 Fuja das frituras. Porém, quando isso não for possível, retire o excesso de gordura do alimento frito com o auxílio de um guardanapo. A prática enxuga mais de 50 calorias.

9 Enjoou de gelatina como sobremesa? Que tal incrementar, preparando uma mousse diferente? É só bater um copo de iogurte desnatado e a mesma quantidade de gelatina diet pronta.

10 Não vá às compras com fome. Nessa situação, ficamos mais vulneráveis a escolher com os olhos, e não com a razão. E a encher o carrinho além do necessário.

11 Não adianta tentar compensar os exageros do fim de semana comendo apenas salada na segunda-feira. "Além de deixar o corpo sem energia para a prática de atividade física, a falta de outros nutrientes desacelera o metabolismo, o que faz com que a perda de peso seja, também, mais lenta. Outro fator é que, em casos assim, há maior risco de se perder massa muscular", alerta Tanise Amon, nutricionista clínica do Instituto de Metabolismo e Nutrição (SP ). Há outras formas de tentar reverter o prejuízo: aumente um dia na rotina de exercícios, ou acrescente 15 minutos aos dias nos quais você já pratica.

12 Apesar de supersaudáveis, os sucos naturais podem ser bem calóricos, e preocupar quem faz uma dieta mais rígida. No entanto, a solução para esse problema é simples. Basta misturar o suco de uma laranja (por exemplo) a um copo de água filtrada. Está pronta a famosa laranjada que, além de gostosa, mantém boa parte do valor nutricional da fruta. "A redução pode chegar a 85 calorias por copo", conta Vanessa Leite. Muito melhor do que recorrer ao refrigerante light ou zero.

13 Outra boa opção são as águas aromatizadas, que você mesma pode preparar. A base é uma jarra com água bem gelada, com ou sem gás. Você pode adicionar gotas de limão, algumas colheres de suco de laranja ou maçã, raminhos de hortelã... Solte a criatividade!

14 As aparências enganam. Você sabia que até um prato de salada pode esconder muitas calorias? Nesses casos, os vilões são, quase sempre, os molhos à base de creme de leite ou maionese. Fique de olho!

15 Inove na hora de temperar a salada. Uma colher de sopa de iogurte desnatado com limão tem cerca de 20 calorias. O molho vinagrete, só 35. Já o azeite de oliva, que usamos rotineiramente (pasme!), 119 calorias.

16 O purê de batatas é um dos acompanhamentos preferidos dos brasileiros. No entanto, por ser um alimento pesado, seu consumo fica restrito. Então, que tal apostar na versão de abóbora? "A textura é a mesma do purê tradicional, porém, com a metade das calorias", ressalta Cristina Menna Barreto, nutricionista (SP ).

17 Resista à maionese. Esse alimento conta com uma porção generosa de gordura. Dê preferência à versão light e controle o consumo: no máximo, meia colher de sopa por dia.

18 Já ouviu falar nos alimentos de caloria "negativa"? "São aqueles que exigem que o corpo trabalhe muito para processá-los e, dessa forma, queimam mais calorias do que fornecem", esclarece a nutricionista Renata Del Roio (SP ). Algumas opções são: cenoura, brócolis, alface, abobrinha, cebola, beringela, mamão papaia e maçã.

19 Molho à base de iogurte é muito mais saudável. Experimente misturá-lo (versão light) ao caldo que sobrou do cozimento dos legumes. Adicione ervas e condimentos, à sua escolha, para dar aquele toque final.

20 Fracione as refeições. Esta dica ainda é muito valiosa. E sua função vai muito além de evitar os exageros nas refeições principais. "Esse hábito ativa o metabolismo, que tem de se manter em atividade constante para processar as várias ingestões diárias de alimentos. Outro benefício é que o corpo deixa de armazenar gorduras, pois entende que será reabastecido em pouco tempo", explica Renata Roio. O ideal é que sejam três refeições principais: café da manhã, almoço e jantar, e mais dois ou três lanchinhos, nos intervalos.

21 É fome, mesmo? Além da famosa gula, há outras sensações que podem ser confundidas com a necessidade de comer. A sede é uma delas. Às vezes, um bom copo de água dá conta do recado. E isso sem somar uma caloriazinha sequer. Não é bárbaro?!

22 Que tal uma boquinha antes do almoço? Calma lá, a gente explica: uma pesquisa realizada na Universidade do Estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, atestou que quem come uma maçã 15 minutos antes da refeição principal ingere 187 calorias a menos. Vale lembrar que a fruta que seria consumida na sobremesa deve ser excluída.

23 Quanto mais colorido for seu prato, maior o número de vitaminas, fibras e minerais que ele contempla. Uma ideia para aproveitar esse benefício é turbinar a salada com frutas picadas. Elas dão um up no sabor e na decoração. E o melhor: com poucas calorias. "Essa medida ajuda, ainda, a controlar a vontade de ingerir doces após as refeições", salienta Alessandra Pannozzo, nutricionista (SP ).

24 Coma com atenção. Estudiosos da Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos, descobriram que quem se alimenta na companhia barulhenta de um mp3 consome cerca de 100 calorias extras.

25 O mesmo resultado de quem petisca em frente à TV. Segundo uma pesquisa da Erasmus University Rotterdam, na Holanda, o quadro piora se a programação incluir filmes violentos.

26 Tome 500 ml de suco de gelatina, 20 minutos antes do almoço ou do jantar. "A água preenche o estômago e as proteínas demoram a ser digeridas. Dessa forma, há o controle do apetite", garante Vanessa. Anote a receita: misture um sachê de gelatina light com um copo de água, bem quente. Complete com três copos de água gelada. Rende aproximadamente um litro do suco, que pode ser conservado na geladeira.

27 Banana engorda. A história não é bem assim: a do tipo nanica, por exemplo, contém apenas 78 calorias por unidade. Nada exorbitante. Então, você pode recorrer a ela, de vez em quando. E, se você ainda não se convenceu dos benefícios, saiba que a banana é rica em fibras insolúveis, que mantêm a saciedade por mais tempo e ajudam no funcionamento do intestino. Além disso, ela possui vitamina B6, que combate os indesejáveis sintomas da TPM - fase na qual ingerimos até 87% mais calorias do que o habitual.

28 Comece as refeições principais com uma fruta. Se achar muito estranho, pode aderir à sopa de vegetais, desde que ela não contenha ingredientes gordurosos ou pesados, como batata, macarrão e carne

29 Muitos casais engordam após o casamento. Segundo especialistas, isso ocorre porque as refeições tornam-se um momento importante, uma fonte de prazer compartilhado entre marido e mulher. Para não sofrer desse mal, descubra outras atividades interessantes para fazerem juntos, como dançar, passear com o cachorro, ir ao cinema...

30 Tire o saleiro da mesa! Se consumido em quantidade exagerada, o sal favorece a retenção de líquidos. Aí, já viu: você se sente inchada, as roupas não caem bem...

Atenção: Procure um médico ou nutricionista para seguir uma dieta personalizada elaborada de acordo com as características do seu organismo.

Fonte: Revista Corpo a Corpo

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita! Seu comentário é muito importante.

 

Saudável e Bela Copyright © 2012 Design by Cecilia Parente inspirado em Vinte e poucos