Publicou: Cecília Parente às 02:00

Evite bebidas durante as refeições
O ideal é tomá-las uma hora antes ou depois do almoço ou jantar.
Ao ingerir qualquer líquido na alimentação, o estômago dilata, abrindo espaço para um consumo maior, além de tornar a digestão mais lenta.

Combata o sedentarismo
Se você trabalha grande parte do dia sentada e não têm tempo para atividades físicas, com certeza está propícia ao indesejado pneuzinho nesta região.
Neste caso, procure fi car de pé durante 10 minutos a cada uma hora.
Mantenha ainda o abdome contraído.

Fuja dos alimentos que "estufam"
Alguns causam gases e inchaços.
Feijão, frituras, pão branco, enlatados, doces, embutidos e refrigerantes são os campeões nesse quesito, além de alimentos gordurosos.

Reduza o sal
Evite guloseimas muito salgadas pois retêm líquidos.
Pães fermentados ou de preparo rápido; roscas feitas com sal; bolos preparados com fermento em pó; bicarbonato de sódio; cereais enriquecidos ou de cozimento rápido; cereais secos; bolachas cream cracker (exceto a de água); pipoca salgada e picles são alguns exemplos.

Aumente a ingestão de líquidos
Bebê-los em pouca quantidade faz com que o organismo os retenha. Isso ocorre porque o nosso corpo "segura" a (pouca) água ingerida, para prevenir uma possível desidratação. Como conseqüência, pernas e abdome ficam inchados. A sugestão, portanto, é o consumo diário de dois a três litros de água. Aposte ainda nos alimentos diuréticos como chás, sucos de limão, melancia e morango, abóbora, agrião, beterraba, cenoura, repolho, salsinha, tomate, broto de feijão e pepino.

Mantenha o bom funcionamento do intestino
Para tanto, consuma fibras diariamente.
Associadas à ingestão adequada de líquidos, permitem que o intestino trabalhe de forma regular, evitando que a barriga fique dilatada e dolorida.
Encontre-as nos cereais e pães integrais, vegetais, nozes, raízes e fruta.

Invista numa postura correta
Quadril e ombros curvados para frente deixam a barriga flácida e saliente.
Entre as boas opções indicadas para corrigir o problema estão reeducação postural, pilates e alongamento.
Para saber a que se aplica ao seu caso, procure um especialista

Opte pelos melhores adoçantes
Os produzidos à base de Sorbitol fermentam no organismo provocando gases.
Dê preferência aos que possuem em sua composição: sucralose (derivado de cana-de-açúcar) e frutose (proveniente das frutas).

Fracione a dieta
O sistema digestivo não consegue processar um grande volume de alimento ingerido de uma só vez.
O ideal é fazer refeições pequenas (de baixo valor calórico), até seis vezes ao dia.
Dessa forma, você evitará o acúmulo de gases e manterá a dieta equilibrada.

Mastigue devagar
Comendo rápido, você "engole ar" junto com o alimento.
Além de prejudicar a digestão e formar gases, o cérebro não registra o sinal de saciedade e, assim, acaba exagerando nas porções.

Faça uma alimentação leve no jantar
Como à noite nosso metabolismo está reduzido, devemos ingerir um número menor de calorias.
Evite gorduras e carboidratos em excesso nessas refeições.
Faça uma dieta à base de proteínas magras, como carnes vermelhas ou brancas, queijos, ovos e vegetais.

Fonte: revista Dieta Já

1 comentários:

Renata on 27 de junho de 2009 11:15 disse...

:h: Bela receitinha, amo sopas, ainda mais nesse inverno.
Tenha um maravilhoso fim de semana cheio de Paz e Luz sempre!
BJIM
T+

Postar um comentário

Obrigada pela visita! Seu comentário é muito importante.

 

Saudável e Bela Copyright © 2012 Design by Cecilia Parente inspirado em Vinte e poucos